• White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 Rubens Oliveira Dança

Núcleo de Dança Pélagos

Com duração de 2010 á 2015, o Núcleo Pélagos foi um projeto desenvolvido para jovens da periferia da Zona Sul de São Paulo. Com parceria do Projeto Arrastão, criamos quatro espetáculos, Volúpia 2010, Garimpo 2012, Y Khyssa 2014.  Resultados de um trabalho de formação artística e humana, envolvendo a contribuição na vida pessoal e profissional dos jovens – facilitando o despertar de vocações em diferentes áreas. O processo educativo também fortaleceu a consciência de pertencimento ao meio, fazendo com quem alguns deles se tornassem multiplicadores sociais em outros projetos.

PROJETOS

Todos merecem e podem  ter um contato com a sua expressividade por meio do corpo, sem que essa pratica seja entendida como restrita ao bailarino profissional. Todos podemos dançar!

Os projetos corporativos são concebido sob medida mediante a necessidade de cada cliente.

Durante a atividade, trabalha-se a consciência corporal e o gesto como instrumento intimamente conectados ao emocional e ao próprio intelecto. Também é um meio de acesso para ajudar nas decisões e propósitos.

Os movimentos e a dança em si são ferramentas motivadoras  e de integração, podendo ser aplicadas em momentos específicos ( em eventos, ação para integrantes etc.) ou de forma regular.

Corporativos

Gumboot Dance Brasil

O Gumboot Dance Brasil traz o estilo de dança intitulado gumboot, originado dentro das minas de ouro na África do Sul no fim do Século XIX. Nesse contexto, os trabalhadores recrutados de diferentes regiões do continente, desenvolveram uma comunicação entre si baseada nas batidas das botas (material de trabalho) cantos e sons, criando uma dança própria.

Foi a partir do desejo de montar uma companhia de dança representante desse gênero que Gumboot Dance Brasil foi concebido em 2009. Yebo foi o primeiro espetáculo da companhia, com estreia em 2011 na Sala Crisamtempo/ São Paulo.

O Grupo desenvolve pesquisa da linguagem musical e gestual da cultura sul africana, além de promover workshops deste método.

Chega de saudade

A partir da parceria entre o Bailarino Rubens Oliveira e o Jornalista Sergio Ignácio,

A ideia do projeto é promover a verossimilhança, entre o espectador e o cidadão que está no palco. Pessoas de diferente perfis físicos e socioculturais  juntos, compartilhando o prazer de dançar e tendo a oportunidade de trocar vivencias, historias e sensações.

O projeto Chega de Saudade Iniciado em 2012, proporcionou o reencontro no palco de antigos integrantes do Cidadão Dançante, projeto do pesquisador e coreógrafo Ivaldo Bertazzo. As portas também foram abertas para novos interessados. O desafio foi a criação de espetáculos que partiam de um rico processo individual chegando a um resultado artístico coletivo. Assim, nasceram Carretel, em 2012, Grão, em 2013, Correm as cidades pelos quatro cantos do mundo, em 2014, e Koan, em 2015, preenchendo o palco do Tuca, Teatro Tomie Otake e o auditório do Masp.